Meu bebê não come, Por quê?

Se o seu bebê come menos do que o costume, descubra os motivos que causam a falta de apetite nos lactantes. Há acontecimentos normais no desenvolvimento do bebê que se associam a perda de apetite. Descubra as mais importantes deles.

Aos três meses. No terceiro mês de vida, os lactantes estão muito mais preocupados com o que os rodeia e muitas vezes se distraem diante de qualquer estimulo sonoro ou visual e soltam o peito ou a mamadeira. Depois, custam a voltar a toma-lo. Nesta idade, é frequente que aconteça uma diminuição das mamadas que, gradualmente, vai se normalizando sem a necessidade de tratamento. Somente em alguns casos é bom dar a ele uma alimentação em um ambiente tranquilo, com poucos estímulos visuais para não se distrair.

Aos seis meses. Coincidindo com o início da dentição, muitos bebês comem mal, embora cientificamente não se encontre nenhuma relação com a saída dos dentes. “Em muitos casos, a solução é aplicar umas gotinhas de paracetamol com o dedo nas gengivas”.

A introdução da colher. Esta etapa muda o padrão da alimentação do bebê de forma importante e os pais podem ter a sensação de que seu bebê não como tudo o que deveria porque não termina a sua tigela de purê. Mas se acrescentarmos o leite, as calorias serão suficientes. Se a curva do peso e altura for adequada, tudo vai bem.

O bebê está doente. Sempre que existir um processo de enfermidade, o bebê geralmente não tem apetite. É um processo normal que não deve preocupar. Quando a patologia for solucionada, o bebê voltará a comer como sempre.