Com cuidados de puericultura, têm proliferado teorias e opiniões de especialistas sobre os sapatos infantis. Ou seja, que a medicina e a opinião dos médicos têm cobrado cada vez mais importância na vida cotidiana, por isso muitos costumes foram modificados por seguir argumentos médicos. Consequentemente, muitas empresas têm feito negócios fabricando o calçado infantil perfeito. A tendência atual é normalizar, voltar ao natural.

Não é necessário gastar muito dinheiro em sapatos especiais para um bebê, mas se se certifique que eles são confortáveis e seguros.

Dicas Para Comprar o Primeiro Sapato Do Bebê:

  • Sejam de material transpirável: couro, lonita.
  • Tenham a sola flexível e antiderrapante: melhor de borracha.
  • Haja espaço suficiente na ponta para os dedos se movimentarem.
  • O pé esteja bem firme amarrado com cordões, velcro, botões ou um cinto na altura do tornozelo. (não muito para cima).
  • Eles podem ter ou não um saltinho.

Não é indicado para um bebê:

  • Calçado muito gasto e deformado por outra criança.
  • Calçado ortopédico com o bico exagerado (não ajuda a formar a curva da planta do pé e incomoda a criança).
  • Tamancos ou sandálias que não são presos ao calcanhar.
  • Botas altas que imobilizam o tornozelo.
  • Sapatos com bico fino, porque apertam muito os dedos dos pés.