Há crianças que, apesar de saberem beber corretamente no copo, não são capazes de abandonar a mamadeira. Comodidade, dependência, tranquilidade. O motivo não é sempre o mesmo, mas em muitas ocasiões está cimentado sobre a base de uma aprendizagem inadequada.

Quase todos os comportamentos dos bebês são aprendidos, se apoiam no exemplo que damos. Assim, uma atitude nossa, aparentemente inofensiva e repetida com regularidade pode levar o bebê a ser incapaz de abandonar um hábito. Se livrar para sempre da mamadeira não é somente uma tarefa da criança, você também tem muito a ver.

Os perigos da mamadeira:

Porque é conveniente que os bebês deixem a mamadeira antes dos três anos. Por um lado, estão os motivos psicológicos. Se o seu filho é o único da classe que leva a sua mamadeira a todos os lugares, ele pode se sentir deslocado e é possível, que inclusive seja ridicularizado pelos colegas. Além disso, para se desenvolver adequadamente, sem medo de crescer e de ser mais independente, o bebê deve sentir que é maior, que já não é um bebê e é fundamental que você transmita isso, com a forma de trata-lo.

Por outro lado, estão as questões de saúde. Ter a mamadeira constantemente na boca pode deformar o paladar e dificultar a fala. Também pode favorecer as caries, já que o açúcar contido em alguns alimentos, como os sucos ficam no bico e fica em continuo contato com os dentes.

Só para beber:

A mamadeira deve formar parte da vida do bebê somente como um instrumento para a sua comida até que seja capaz de beber em um copo. Não se acostume a oferecê-la cada vez que chorar ou ficar nervoso. Se o fizer, ele acabará associando a mamadeira a uma forma de consolo e vai custar a deixa-la.

É curioso o fato dos pais se preocuparem com o término do uso da chupeta, o que consideram um exemplo de maturidade do bebê, mas permitem que use a mamadeira por muito tempo. Sem perceber, convertem a mamadeira em substituta da chupeta. É comum ver os bebês de três a quatro anos que bebem perfeitamente em copo, mas diante do mínimo desgosto, choram desconsolados em busca da mamadeira.

Beber em copo

Apreender a beber em copo não é tarefa fácil. No principio, o inclinamos muito depressa, nos engasgamos, tossimos e molhamos a roupa. Apesar desta dificuldade, os bebês de dois anos já dominam bastante este aprendizado. A melhor forma de aprender é ir passo a passo, aproveitando as soluções que são oferecidas no mercado.

Para que se acostume a não usar o bico, comece dando a ele um copo com um canudinho, assim não poderá se molhar, depois pode passar para um copo com alças, ficará muito mais fácil de segurar. E quando já souber beber em copo, esquecerá para sempre a mamadeira. Isso não quer dizer que você a fará desaparecer da noite para o dia, sem dar nenhuma explicação ao seu filho.

Deixe de oferecer e ofereça sempre o copo. Se ele pedir a mamadeira, no início, não negue, mas explique que já é grande para beber como os adultos e o parabenize por está grande conquista. Para tornar mais fácil deixar a mamadeira, você pode dizer que vai trocar a sua velha mamadeira de quando era pequeno por um copo maior, e o presenteie com um bonito, ou o leve para comprar com você. Quando conseguir dar este passo, não volte atrás e leve a mamadeira por toda a parte “por precaução”. Se quiser levar água, use uma garrafa.