Um dos primeiros itens adquiridos pelas futuras mamães é o berço. Apesar de faltar bastante tempo antes que elas possam usa-lo. Já que normalmente os bebês passam os primeiros meses em um berço, nos entusiasmamos em compra-lo e leva-lo para o seu futuro quarto.

É muito simples escolher a cor e modelo. Más por volta dos dois anos quando começam a colocar as pernas através das barras de segurança, é hora de passar para outro nível, a primeira cama.

E aqui sim, as possibilidades são quase infinitas. O dia em que percebi que minha filha mais velha, estava nessa fase, foi no meio de uma noite agitada, ela escalou as barras de segurança e se atirou para trás. O resultado, um olho roxo e nariz sangrando. Más eu não vou falar desse assunto, porque ainda não me recuperei do trauma. Más eu posso falar que ela saiu do berço e foi dormir na minha cama por uma longa temporada, pobre criaturinha!

Logo a seguir já tínhamos em casa sua cama nova. Na ocasião, ela era tão pequena (tinha apenas dois anos) que eu não tive dúvidas, escolhi uma cama pequena modelo Minnen (encomendada pela internet, abaixo a primeira imagem). Para os que não conhecem este modelo consiste em uma cama extensível, ou seja, que se estende facilmente à medida que a criança cresce.

1

A cabeceira de ferro lhe confere um visual vintage, o que faz com que se encaixe perfeitamente em qualquer ambiente. Más se as camas de cabeceira de ferro estilo industrial não estão entre as suas preferidas, há outras opções muito legais, como beliches e berços que são convertidos em cama. A seguir deixo as imagens para sua inspiração.

3

2

4

Clipboard01