Quem já não passou uma noite ruim depois de um jantar demasiado abundante? Quem já não se levantou alguma vez para tomar um copo de leite depois de dar voltas na cama? Igualmente alguns alimentos podem dificultar e outros podem favorecer o descanso noturno. Isto é verdade tanto para os bebês como para os adultos. O que dar para o seu filho no jantar para que durma bem? Os alimentos que ajudam a dormir contêm três substancias em abundância:

  • Triptofano. É um aminoácido essencial, porque o ser humano não pode sintetiza-lo e deve obtê-lo a partir da dieta que favorece o sono. É especialmente abundante no leite materno. A sua concentração varia segundo o momento do dia, (á noite aumenta), e a dieta da mãe. No recém-nascido, tem um importante papel na distinção entre noite e dia.
  • Serotonina. Este neurotransmissor é abundante nas áreas do cérebro relacionadas com o estado de humor e o sono.
  • Melanina. Este hormônio sintetizado a partir da serotonina tem entre outras funções, sincronizar o sono com os ciclos claro/escuro.

Se você alimenta o seu bebê com leite, o seu filho já tomará bastante triptofano. Mas se você observar que ele tem dormido mal pode acrescentar na sua dieta uma dose extra de triptofano. Encontrada em muitos alimentos, entre outros:

  • Cereais como o arroz, a soja, o trigo e a cevada.
  • Legumes e hortaliças especialmente lentilha, grão de bico, alface e tomate.
  • Frutas secas como amêndoas, nozes e amendoim.
  • Sementes de abóbora.

Outros alimentos para o sono:

Além dos já mencionados, alguns alimentos possuem a capacidade de promover o sono.

Os carboidratos presentes em cereais, batatas e massas. Elevam os níveis de insulina no organismo, um hormônio que ajuda na absorção do triptofano. Adicionar cereais na mamadeira do jantar é uma boa medida para que o bebê durma bem.

Alimentos como os aspargos, morangos, kiwi, abacaxi, maçã, cenoura, arroz ou aveia. Eles são ricos em melanina.

Os damascos, pêssegos, cerejas, ameixas e os tomates frescos são ricos em serotonina.

As ervas aromáticas como o manjericão, o limão, a erva-cidreira ou a valeriana são conhecidos sedativos e relaxantes.

Os alimentos que dificultam o descanso noturno:

Os estimulantes como os que contêm muita vitamina C.

Guarde os cítricos, como o abacaxi, para o café da manhã ou almoço.

Os ricos em proteínas e gorduras como carnes, fígado, frituras e embutidos.

Os que produzem flatulências como as bebidas gasosas, os refrigerantes, repolho ou feijão.

Os diuréticos, como o alho-poró, os aspargos, salsão, alcachofra, uvas e limão.