Ampliar e reforçar o inglês a partir de casa pode se tornar divertido e lúdico para as crianças sem que os pais precisem de tempo extra ou formação profissional pedagógica. A chave está em brincar e ampliar o idioma através de atividades comuns ao brincar. Quando nós trazemos um novo idioma para os nossos filhos, devemos saber claramente o porquê de fazê-lo: é nossa língua materna, vivemos em um país com um idioma diferente ou acreditamos que é importante porque vai abrir portas no futuro. Estas são as principais razões, mas não são as únicas. Uma vez que tenhamos claro o nosso próprio motivo, é conveniente considerarmos a idade da criança, nosso nível de idioma e o contexto em que queremos usar a língua.

Tudo é válido se funciona na nossa família e se é feito de forma natural, é recomendado que os pais não se tornem obcecados com a idéia de ensinar aos filhos, porque a sua tarefa é menos acadêmica e mais lúdica, pensada para despertar neles uma atitude positiva em relação ao idioma que pode ser reforçado depois academicamente no colégio ou com um professor particular.

Atualmente existem famílias muito diferentes e em cada caso o enfoque deve ser apropriado. Não é o mesmo educar em uma família bilíngue ou multilíngue, onde o aprendizado será muito mais fácil, que em uma família monolíngue, e que queira ajudar a seus filhos com o inglês, seguramente com dificuldades maiores.