São muitas a mães que se queixam de que o seu peito não produz todo o leite que o bebê precisa. E ao longo do caminho, recorrem a remédios caseiros que pouco fazem, quando a solução é mais simples. Para que desde o primeiro dia, o seu peito produza leite suficiente para alimentar o seu bebê, você precisa seguir somente estes 10 conselhos.

1. Começar a amamentação durante há primeira hora após o parto. É importantíssimo porque nesse primeiro momento após o nascimento, o seu bebê estará em um estado de alerta tranquilo que facilita o contato inicial com a amamentação. Passado este tempo, o seu filho entrará em um sono profundo com um intervalo de umas 6-12 horas, que vai ser difícil conseguir que ele pegue o peito.

2. Amamente dia e noite. É a melhor receita para que o seu peito produza leite suficiente. Assim, durante as primeiras semanas o seu filho deveria fazer umas 8-10 mamadas a cada 24 horas.

3. Verifique se o seu bebê suga com eficiência. Uma sucção incorreta está relacionada com outros problemas como a aparição de rachaduras, ou a retenção do leite na mama. E para fazer com que o seu bebê sugue bem, ele tem que estar bem posicionado. Estas são as dicas: Barriga contra barriga, ou seja, o pescoço do bebê não deve estar virado, a sua boca deve estar na altura do seu peito, para isso coloque-o sobre uma almofada de amamentação, é preciso um bom acoplamento boca-peito, ele teve tomar o peito e parte da auréola, o seu lábio inferior deve estar enrolado para trás, e você não deve escutar nenhum som durante a mamada.

4. Acabe o primeiro peito antes de colocar o segundo. Somente assim vai garantir que ele foi bem esvaziado. É importante para assegurar a boa produção láctea, e também para que o seu bebê tome a parte mais nutritiva do leite. No início, o seu peito vai fornecer um leite mais aguado para acalmar a sede, e ao final, a parte mais rica em gordura e vitaminas.

5. Ofereça o peito sempre. Esqueça o relógio e observe o seu filho. Cada bebê segue o seu próprio ritmo e alguns têm apetite a cada 2 horas e outros irão mamar sem intervalos fixos. Além disso, considere que alguns bebês esvaziam o peito em 5-10 minutos e outros necessitam de muito mais tempo.

6. Não ofereça mamadeiras de leite artificial ou soro glicosado. Se a amamentação se estabelecer corretamente, o seu peito produzirá leite suficiente para alimentar o seu bebê. Não vai precisar de ajuda. Só conseguirá que o seu peito interprete que cada vez deve produzir menos leite.

7. Evite a chupeta. Especialmente nos primeiros 10 dias, até que a amamentação esteja estabelecida. Assim, evitará a confusão com o peito. E é que a sucção do peito e a da chupeta são diferentes e é possível que se você oferecer a chupeta de forma precoce, ao agarrar o peito ele tente fazê-lo como faz com a chupeta, e a sucção não será efetiva.

8. Não esqueça de que o peito é mais que um alimento. A sucção acalma e, portanto, o seu bebê nem sempre pedirá o peito porque tem fome. Talvez, só precise de uns minutos de contato pele com pele.

9. Descanse e siga uma alimentação adequada. Siga uma dieta equilibrada, de umas 2500 calorias, e durma tudo o que o seu bebê permitir. Como, principalmente, nas primeiras semanas passará parte das noites sem dormir, procure dormir durante o dia, coincidindo com os cochilos do seu bebê.

10. Procure ajuda. A sua família, o seu pediatra e os grupos de apoio à amamentação são os pilares em que você deve se apoiar diante de qualquer dúvida ou dificuldade com a amamentação.