Desde a amamentação, é possível despertar a curiosidade do bebê por novos sabores. Como o olfato, o gosto é um sentido que funciona a pleno rendimento desde o momento do nascimento. É que ambos os sentidos estão intimamente relacionados, sem a sua conjunta atuação não seríamos capazes de diferenciar tão facilmente uns sabores de outros.

No caso do gosto, já produziram alguns ensaios, antes do nascimento. Os receptores do gosto, que se encontram na língua e o paladar, estão formados desde o quarto mês de gravidez, e graças ao reflexo da sucção, o feto começa a tragar o líquido amniótico a partir desse momento e mostra suas preferências aumentando de forma considerável suas sucções quando esta tem um gosto mais doce. Isto explica que a sensibilidade gustativa dos recém-nascidos está relacionada com a de um adulto e permite, desde o primeiro dia, a diferenciar o doce do salgado e o azedo do amargo. A preferência pelo doce se manterá ao longo dos primeiros meses de vida.

Ao lhe oferecer o peito, também comprovará que o seu bebê não mama da mesma maneira, e nem na mesma quantidade todos os dias. Isto se deve, entre outras razões, ao sabor de seu leite variar, de acordo com os alimentos que você ingerir, nesse caso também, ele tem seus pratos favoritos. Mas não deixe de comer nenhum alimento por esse motivo. Uma das vantagens da amamentação é a variedade de sensações gustativas de que podem desfrutar os bebês, antes mesmo de começar a comer alimentos sólidos.

Em um estudo realizado com um grupo de bebês de cinco anos, que provaram uma verdura pela primeira vez, se constatou que os que haviam sido amamentados eram menos relutantes em provar do que os que haviam sido alimentados com a fórmula de crescimento.

Como estimular o seu sentido de paladar:

Enquanto você amamentar, siga uma dieta saudável e equilibrada que proporcione ao seu filho, todo tipo de sabores. Experiente adicionar anis estrelado ou cominho em seus pratos. Estas especiarias proporcionam a seu leite um sabor que os lactantes apreciam muito. Quando ele puder comer outros tipos de alimentos, tente que a sua alimentação seja a mais variada possível e não se limite a dar apenas aquilo que mais gosta. Esta etapa é a chave para que se acostume a comer de tudo. Como já destacamos, o olfato é fundamental para apreciar os sabores. Antes de alimenta-lo, o incentive a sentir o aroma dos alimentos. Deixe que experimente a comida, tocando, cheirando e levando os pedacinhos na boca.