Apreender a engatinhar ou a escalar até ficar de pé e andar requer o desenvolvimento de uma série de habilidades que envolvem o desafio de apreender a dominar o seu corpo, conhecer o seu ambiente e desenvolver a sua inteligência. Não tire dele o prazer de se atirar no chão. Quanto mais engatinhar, melhor para ele.

Muitos profissionais consideram a fase de engatinhar, uma etapa específica do desenvolvimento motor do bebê, pela qual deveriam passar todos os bebês se o carrinho fosse evitado, forçando a estimulação precoce de andar e, especialmente se os bebês tiverem a oportunidade de brincar um tempo no chão.

Engatinhar ajuda a amadurecer adequadamente, o tônus muscular, lombar e glúteo entre outros. Portanto, você deve proporcionar ao seu filho um espaço adequado e roupas confortáveis para que descubra por si mesmo, quando precisar, como se sentar, como engatinhar e como ficar de pé. É favorável se movimentar, más sem adiantar as suas possibilidades, forçando-o as posturas que não alcançou por si mesmo.

O bebê que engatinhar, aprenderá de forma natural a se sentar no chão e a rastejar de volta e repetir quando quiser. Aos 5 meses, ele não tem a necessidade de se sentar para explorar o seu ambiente, agora que engatinha, sim, porque deve ampliar as suas habilidades de locomoção, agora que está interessado em algo mais do que chupar chupetas, sua paixão agora é pegar coisas, colocar de volta, pegar, abrir e fechar.

Bom para a Inteligência:

Rastejar e engatinhar o permite se mover a vontade, experimentando texturas, piso, terra e novos itens, gavetas e portas e pontos de vistas diferentes, por exemplo, a mesa de jantar vista de baixo. Movimentando-se, obterá uma nova informação do que captará com todos os seus sentidos, não somente a vista, e isso consolidarão as bases que permitiram depois manejar o espaço mentalmente, quando tiver que resolver um quebra-cabeça ou identificar, por exemplo, a direção das letras. Esta liberdade de movimentos despertará as sua inteligência, uma vez que proporcionará os primeiros problemas para solucionar, como fazer para passar entre a cadeira e a perna da mesa de jantar, como subir até a cadeira ou como liberar o pé.

O engatinhador se protege melhor:

Além de ajudar no amadurecimento do tônus muscular, engatinhar permite ao bebê treinar os reflexos de cair que o livram de muitos solavancos, quando começam a andar. Uma vez que o seu cérebro aprendeu a mecânica de engatinhar, deverá responder rápido diante das situações novas e inesperadas, como fazer zigue e zague por debaixo das cadeiras da mesa, sem se ferir ou cair. O controle de engatinhar que no principio requeria toda a sua atenção, passará através da prática a um controle mais automático.

Deste modo, liberará recursos para que o seu cérebro possa prestar atenção a outros estímulos, por exemplo, estar ciente do que os outros bebês fazem ou buscar brinquedos ou reagir rapidamente para evitar um golpe. Os erros que cometer se traduziram em sustos ou quedas que ajudaram os movimentos de forma mais precisa no futuro. As quedas, portanto, são necessárias. Não podemos evita-las, más sim incentivá-lo para que ganhe experiência durante a etapa de engatinhar. A somente 30 centímetros do chão, não causaram grandes problemas e o ajudará a evitar outras mais perigosas quando começar a andar. Os bebês que foram engatinhadores experientes, quando tropeçam ao andar, raramente se machucam, apreenderam a girar ao cair, e a colocar as mãos ao rolar para proteger a cabeça.

O preço da autonomia:

Engatinhando, o bebê conquistará a independência física da mãe, que terá de fazer um kit de proteção para a casa, e começará a se sentir livre emocionalmente. Vai dar um pouco mais de trabalho, más incentive o bebê a ter mais autonomia, a ser mais ativo e com maior iniciativa. Nada a ver com outro bebê da mesma idade, sentado o dia todo em sua cadeirinha ou limitado por um cercadinho, que desenvolve a sua inteligência centrado em apreender como conseguir que a mamãe traga o brinquedo que quer. A independência necessária para limitar o raio de ação do engatinhador a uma ampla área livre de perigos. Basta apenas uma barreira de madeira na porta de um quarto seguro ou bloquear o corredor para os seus brinquedos.