Às vezes, o nascimento dos dentes do bebê atrasa. Inclusive pode ocorrer que com um ano, não tenha surgido nenhum dente de leite. Descubra se é normal ou se esconde algum problema. Por volta do sexto mês de vida, é normal que a gengiva inferior de seu filho rompa e comece a brotar a ponta de um dente. Mas, se ele já completou seis meses e ainda não ocorreu a primeira erupção de dente, você não deve se preocupar.

A variabilidade na dentição é muito grande:

Vários fatores influenciam o surgimento dos dentes, entre eles a herança familiar, se você ou o pai do bebê tiveram uma erupção tardia, é provável que ocorra o mesmo com os seus filhos, a nutrição ou o mês de gestação em que o bebê nasceu.

Os prematuros tem uma dentição atrasada:

Se o primeiro incisivo de seu filho surgir aos 10 meses, em vez dos 6, as erupções posteriores tenham uma sequência parecida, então toda a dentição será atrasada.

Descarte doenças

Somente quando a primeira dentição se estender até os 15 meses de vida, deve ser motivo de consulta médica. Este atraso se denomina dentição tardia e, embora seja muito frequente, pode ser a manifestação de um sintoma de uma doença. Ou seja, existem patologias como o hipotireoidismo ou hipopituitarismo ou hipovitaminose D que causam, entre outros problemas, a dentição tardia. Mas, geralmente, estes bebes são diagnosticados, por exemplo, o hipotireoidismo é associado à obesidade, baixa estatura, atraso psicomotor e a hipovitaminose D aparece com outros sinais ósseos e renais.

Será que afetará o seu tamanho?

Relacionar o atraso da dentição com uma baixa estatura futura é uma crença sem fundamento. Apesar do que já tenha ouvido falar, a erupção da dentição de leite não tem relação com o prognóstico do tamanho de seu filho. As crianças que tiveram a dentição mais cedo, não tem porque iniciar a puberdade de maneira precoce e de igual forma, se a dentição é tardia, a sua puberdade não chegará com atraso.

Outro dos mitos que deve banir é que o sexo do bebê influencia. Na dentição de leite não existe diferença entre meninos e meninas, no entanto, nos dentes definitivos, é observada uma maior influência hormonal.

Assim, não existe diferença significativa quanto à erupção dos dentes permanentes e dos primeiros molares e segundo molar, mas à medida que se aproxima a puberdade, a erupção de cada um dos dentes restantes, caninos, pré-molares se adianta de 6 a 12 meses nas meninas em relação aos meninos.

A ordem normal da erupção da dentição de leite é a seguinte. Você se lembrará facilmente se aplicar a chamada “regra dos quatro” se a primeira erupção ocorreu aos 6-7meses, os seguintes tipos de dentes saíram com um intervalo de 4 meses.

  • Incisivos centrais: 6-7 meses
  • Incisivos laterais: 11 meses
  • Primeiros Molares: 15 meses
  • Caninos: 19 meses
  • Segundo molar: 23-24 meses