Os bebês choram para expressar quando tem fome, desconforto, dor, cólicas, gases, cansaço, ou desejam estar perto de sua mãe, é essencial identificar o motivo para poder remedia-lo e assim acalma-lo. Também existem técnicas como balançar, envolver, dar de mamar e usar sons que o acalmem. Os bebês choram porque é a única maneira que tem de comunicar que necessitam de algo. Desde que são recém-nascidos o choro é a sua forma de se expressão e de chamar a atenção de quem cuida deles.

Se o seu bebê chora, não se estresse, pois é um comportamento normal. Primeiro, tem que identificar a causa de seu choro para poder remedia-la. Estas são as principais razões pelas quais o seu bebê pode estar chorando:

  • Fome.
  • Fralda molhada ou suja.
  • Cansaço ou sono.
  • Cólica, refluxo gástrico, gases.
  • Sente frio ou calor.
  • Dor ou alguma doença.
  • Estimulação excessiva por ruído ou atividade.
  • Ansiedade diante de estranhos.
  • Os seus dentes estão saindo.
  • Deseja que o mimem e o carreguem.
  • Desconforto por algo pequeno como as marcas das roupas ao tocar a sua pele.

Se você descobriu a causa de seu choro e lhe deu comida, trocou as fraldas, o carregou e o mimou, descartou que não se deve a febre ou cólica, os visitantes já se foram e o seu bebê continua inquieto e irritado, pode ser que você pense que esteja chorando sem nenhuma razão aparente. De qualquer modo, lembre-se, que se ele chora é porque precisa de algo, e de qualquer maneira poderá reconforta-lo e consola-lo com algumas técnicas que foram comprovadas que funcionam.

Balançar o Bebê: os bebês, em especial os recém-nascidos, sentem falta da segurança, do calor e do movimento de quando estavam no útero. Por isso, balançar o seu bebê com movimentos rítmicos que imitam o que sentia quando estava em seu interior pode ajudar. Ele irá se sentir confortável e feliz se você carrega-lo e coloca-lo bem perto de seu peito.

Envolve-lo: Usar um cobertor ou manta para envolvê-lo, juntando as suas mãos ao seu corpo. Embora para você pareça incômodo, os faz lembrar a sensação de estar no útero. Não aperte muito a manta, você deve deixar uma folga para os movimentos. Esteja atenta aos sinais de seu bebê. Ele irá indicar com seus gestos e seu choro se está confortável ou se deve envolvê-lo de outra maneira.

Sucção: se você está amamentando, como é recomendado, coloque-o em seu peito, o acalmará imediatamente. Os bebês necessitam sugar, então se você quer acalma-lo e estabelecer um vínculo emocional, o que seria melhor do que amamenta-lo. Também pode usar uma chupeta para criar um efeito similar.

Com um bebê-conforto ergonômico, carregue o seu bebê. Quando os bebês são carregados próximos ao corpo, choram muito menos. Além disso, estes bebês-conforto tem a vantagem de deixar as suas mãos livres para poder andar pela casa enquanto estiver perto dele.

Cantar ou colocar uma música tranquila: Tente cantar uma canção de ninar, ao escutar a sua voz, ele se sentirá seguro. Você também pode colocar uma música relaxante e especial para bebês (é possível encontrar uma variedade de melodias especialmente orientadas para acalmar os bebês).

Ninar: se mover suavemente ao ritmo da música também é uma excelente maneira de reconfortar o seu bebê.

Usar sons de fundo: os sons, conhecidos como ruídos brancos, como o aspirador, ou o rádio sem sintonizar, criam um efeito calmante quase instantâneo, pois atenuam os outros sons do ambiente. Também pode recria-los com a sua voz. O som da água também tem o mesmo efeito.

Ar fresco: passear ou simplesmente ficar na janela ou fora de casa, pode consolar o choro de seu bebê. Um banho com água morna também é comprovadamente eficaz para a hora de secar as lágrimas.

Hoje em dia, também se pode conseguir umas cadeirinhas vibratórias que podem acalmar. Algumas vêm com canções e sons especiais para ninar o seu bebê.

Tente todas essas técnicas para identificar qual é a que produz a reação mais favorável em seu bebê.
Lembre que o seu bebê precisa constantemente de você e que seu amor e paciência são o melhor remédio.

Se tiver duvidas ou necessitar de conselhos neste aspecto, fale com alguém de confiança, outras mães em sua família ou consulte o seu médico, se embora use estas técnicas, e o seu bebê não se acalma. Pode ser que se trate de alguma dor ou enfermidade que requer atenção imediata. Desfrute de cada etapa de seu bebê. Porque embora seja um clichê, eles crescem muito rápido.