O descanso do bebê é um dos aspectos que mais preocupa os pais. O bebê dormir bem garante não só o crescimento corretamente, mas também o descanso de seus pais depois de um dia de trabalho.

Um estudo com 500 pais de bebês entre 0 e 36 meses:

Os números. Os dados demonstraram que 1 em cada 4 bebês (25%) não consegue dormir a noite toda e que 60% deles tem problemas para conciliar o sono, cerca de 80% deles são bebês ente 0 e 6 meses. O sono é um problema que preocupa 70% dos pais, que recorrem a diferentes métodos para tentar fazer o seu filho descansar bem. A chupeta (60%) e o boneco (29%) são os métodos mais empregados.

Como não existe uma ciência exata que garanta que um ou outro funcione, uma vez que depende da personalidade do bebê e dos padrões de comportamento da sua casa, tentem várias opções até encontrar a que se adapte ao seu filho. Outro problema que afeta o sono dos bebês é a interrupção do mesmo, 18% despertam entre 2 e 4 vezes. A roupa de cama, a temperatura do ambiente, o ruído, a posição do bebê e a capacidade de absorção das fraudas estão entre os cinco fatores que são considerados culpados pelos pais pelos despertares.

Dicas para dormir bem:

Diversos estudos realizados nos últimos anos tem demonstrado que os bebês que dormem corretamente tem um maior desenvolvimento mental do que aqueles que tem déficit de sono, que são mais irritáveis e tem temperamentos mais difíceis. Para ajudar os pais a estabelecer padrões e rotinas adequados de sono para os seus filhos, a seguir algumas dicas.

  • É preciso sincronizar o ritmo de sono e vigília do bebê com o ciclo dia e noite. A partir do primeiro dia é importante ajudá-lo a distinguir, a luz que o rodeia quando brinca, e os ruídos habituais durante o dia e deixando para a noite uma luz fraca e sem brincadeiras. Se ele acordar durante a noite para se alimentar, o amamente com uma luz fraca e fale sussurrando.
  • Os horários devem ser regulares e o sono deve ser precedido de atividades rotineiras e relaxantes. Coloque-o para descansar sempre na mesma hora e estabelecer uma rotina de banho, massagem e brincadeiras relaxantes antes de dormir irá ajudar a prepará-lo para o descanso. Muitos bebês precisam de uma chupeta ou de um boneco para ficar mais tranquilos na hora de dormir e este objeto de transição poderá ajudar. É aconselhável que durante o dia siga o mesmo horário e coloque-o para dormir entre as 19 e 21 horas, até um pouco mais tarde (nunca mais de duas horas) no verão.
  • O hábito de cochilar é normal em crianças. No caso dos bebês geralmente são dois, um pela manhã e outro a tarde a partir dos 4-5 meses. À medida que o bebê cresce, a necessidade de cochilar diminui e por volta dos 18 meses o cochilo da parte da manhã é suprimido. Até os 3 e os 4 anos muitos mantém o cochilo depois do almoço, mas se o seu filho aparenta não precisar, não insista, não se deve forçar. O despertar noturno é um fenômeno normal em bebês que mamam no peito. Quando ele acordar, atenda-o sempre, o tranquilizando com carinho. Outros necessitam de colo durante alguns minutos para parar de chorar e voltar para o berço. A forma de você agir dependerá do seu bebê.
  • Durante os primeiros quatro meses de vida é mais tranquilo para o bebê dormir no quarto dos pais, uma vez que desperta muitas vezes a noite. A partir dos 6-12 meses é melhor que durma em seu próprio quarto.
  • A atividade física durante a noite. É aconselhável diminuir a atividade física depois do jantar evita que o bebê vá dormir nervoso e facilita a transição para a hora de dormir.