A conjuntivite é uma infecção bastante frequente nos bebês e é devida a uma obstrução do canal lacrimal. Os seus olhos ficam lacrimosos e cheios de secreções. A conjuntivite é uma infecção ocular muito comum nos bebês e muito contagiosa, uma bactéria, um vírus ou um alérgeno podem causar a inflamação da conjuntiva, que é a membrana que reveste o interior das pálpebras e que se estende na parte anterior do globo ocular, basta um pequeno esfregar de olhos, com as mãos sujas ou depois de ter tocado em outra criança com essa patologia para contraí-la.

Mas o motivo mais importante da conjuntivite em bebês é a obstrução do canal lacrimal, uma via que vai até nariz e que serve para esvaziar as lágrimas que sobram em seus olhos. Em torno de seis por cento dos bebês nascem com esse canal obstruído, as lágrimas ficam armazenadas no saco lacrimal e se convertem em uma possível fonte de infecções. Quando perceber que o olho de seu bebê está sempre molhado com lágrimas, consulte o pediatra.

Tratamento:

Na grande maioria dos casos, a obstrução lacrimal desaparece espontaneamente nos primeiros meses de vida do bebê. Mas se isso não ocorrer, é preciso fazer uma desobstrução mediante sondagem da via lacrimal para evitar que se acumulem as lágrimas. Como apontando pelo oftalmologista, é importante realizar está intervenção em torno dos seis meses e antes de completar um ano, já que a possibilidade de que não tenha êxito aumenta com o passar do tempo e são necessários tratamentos mais complexos.

Cuide de seus olhos:

Até que se solucione a obstrução lacrimal, preste atenção nos olhos de seu bebê para evitar que a conjuntivite apareça.

  • Mantenha uma boa higiene ocular e limpe os olhos do bebê várias vezes ao dia.
  • Use soro fisiológico e toalhas esterilizadas para eliminar as secreções que podem causar infecções.
  • Massageie a parede do nariz próxima ao olho, fazendo círculos concêntricos com o dedo até a orelha. Realizar esta massagem duas a três vezes ao dia pode ajudar a abertura da membrana que bloqueia a lágrima nos casos leves.