Bons hábitos desde a infância. A obesidade infantil se transformou em um problema de saúde pública. Os especialistas já estão trabalhando em maneiras de combatê-la. Agora é a sua vez. Prevenir o excesso de peso de seu filho é uma tarefa que começa incutindo bons hábitos alimentares em toda a família. Está provado que metade das crianças com excesso de peso serão obesos no futuro, com mais probabilidade de sofrer com patologias como hipertensão, diabetes e hipercolesterolêmica. A cada ano que passa há mais crianças gordinhas e, a cada ano, elas são menores.

O melhor tratamento, a prevenção:

Oferecer uma alimentação equilibrada e planejada: 5 porções de frutas e legumes, 3 ou 4 porções de peixe por semana e 2 ou 3 porções de legumes. Dividir o cardápio diário em 5 refeições, com um horário adequado e fixo. É a melhor forma de evitar que a criança belisque entre as refeições e de fazer uma ingestão abundante no almoço e no jantar. O lanche da meia manhã e a merenda podem consistir em um pedaço de fruta, um iogurte ou um sanduíche. O café da manhã deve cobrir 25 por cento das necessidades nutritivas do dia e incluir lácteo, cereais e frutas.

As guloseimas apenas ocasionalmente. São muito ricas em açúcar e fornecem pouco nutrientes. Defina um dia da semana, de preferência, um sábado ou um domingo, para permiti-las. Faça o mesmo com os lanches, que tem em média, uns 48 por cento de gorduras, a maioria prejudiciais. Utilizar água no lugar de refrescos nas refeições. O conteúdo de açúcar de um refresco equivale a 6 colheres e não contém nutrientes essenciais. Os pais devem conhecer com antecedência o cardápio da cantina escolar, para poder complementa-lo com a comida caseira.

Esses cardápios deveriam cobrir entre 30 e uns 35 por cento das necessidades energéticas diárias. Realizar, ao menos uma refeição familiar por dia. Aproveite para incutir hábitos alimentares saudáveis. Os pais são o melhor modelo para os seus filhos. Restringir o tempo dedicado à televisão, videogames e computador. Não devem dedicar mais do que 1 ou 2 horas por dia, dependendo da idade, a estes meios tecnológicos. Os pais devem incutir na criança, o amor pela atividade física regular e incentiva-la a participar de esportes individuais e coletivos.

A criança deve realizar, ao menos 60 minutos de atividade física moderada, bicicleta, natação e futebol, todos ou na maioria dos dias da semana.