As crianças, em seu anseio de ir de um lado para o outro correndo, acabam machucando a sua delicada pele com mais frequência do que gostariam. Saber curar de forma adequada as suas feridas é fundamental para evitar que a lesão se complique ou fiquem cicatrizes.

Os joelhos, as mãos e os cotovelos das crianças são os lugares mais vulneráveis às feridas, eles tendem se apoiar nestas áreas do corpo para amortecer a queda e rasgam e dilaceram a pele.

1. Avalie a gravidade do ferimento para saber se pode ser tratado por você mesma ou tem a necessidade de procurar ajuda de um profissional.

2. Procure um lugar adequado para tratar a criança afetada.

3. Lave cuidadosamente as suas mãos para evitar qualquer possível infecção na área.

4. Cesse o sangramento, se houver. Se for leve, basta pressionar a área com uma gaze até o coágulo se formar. Se for em uma extremidade, a eleve para diminuir o fluxo de sangue, assim vai cortar mais rápido.

5. Limpe de forma integral a ferida e as áreas circundantes, começando pelo centro da lesão e terminando nas bordas. Use soro fisiológico, uma solução estéril ou água fria corrente, para facilitar a limpeza de toda a sujeira e corpos estranhos que possa haver na superfície da ferida.

6. Aplique antisséptico de preferência de clorexidina ou iodopovidona para desinfetar a lesão e seque cuidadosamente a ferida.

7. Cubra com um curativo de cicatrização em ambiente úmido adequado anatomicamente.

8. Trate a dor se houver. Pode fornecer analgésicos de primeira escolha (Paracetamol) ou de uso tópico de última geração que proporcione alívio e frescor imediato.

9. Observe a evolução da ferida durante as 24-48 horas seguintes para detectar rapidamente sinais clínicos de infecção (rubor, tumor, calor e dor).

10. Realize curativos periódicos de acordo com a necessidade da ferida.