Os problemas de posicionamento de dentes não são apenas estéticos, sendo que pode alterar a articulação dos ossos da mandíbula, um transtorno comum e corrigível nas crianças conhecido como “defeitos da mordida”. A maior parte da população tem problemas de posicionamento nos dentes, são várias as causas.

A questão é que este mau alinhamento dentário pode provocar alterações na articulação dos ossos da mandíbula em todos os seus movimentos. Essas alterações são o que conhecemos como problemas da mordida.
No caso das crianças menores, são provocados por três causas principais.

1. Chupar o dedo polegar. É um hábito frequente que, se mantido depois dos seis ou sete anos de idade, pode levar a uma mordida aberta anterior.

2. Respirar pela boca. Este tipo de respiração não permite que o maxilar superior se desenvolva normalmente e gera problemas de má oclusão dental.

3. Projetar a língua entre os dentes ao engolir. Esta força, com o tempo separa os dentes e o altera, causando uma mordida aberta anterior.

Se estes problemas não forem corrigidos a tempo, podem afetar a posição dos dentes, que aparecem superlotados e desalinhados, além de impedir o desenvolvimento normal dos ossos da face.

As alterações da mordida são distintas em função do desvio dos maxilares:

  • Mordida aberta: é muito frequente. Nela, os dentes superiores não chegam a se sobrepor aos inferiores.
  • Sobre mordida: os dentes superiores se sobrepõem de maneira excessiva aos inferiores.
  • Mordida Cruzada: apresenta o efeito inverso. A mandíbula e os dentes inferiores se sobressaem ao maxilar e aos dentes superiores.

Em algumas ocasiões a mordida aberta é corrigida de forma espontânea. Em Outras, requer tratamento ortodôntico, igualmente a sobremordida e a submordida. Com o tratamento ortodôntico se corrige a posição dos dentes e desenvolvimento dos ossos faciais e a força é distribuída de maneira harmônica, eliminando a tensão sobre os dentes, a mandíbula e os músculos, evitando traumatismos dentários, desgastes precoce, pela irregular distribuição da força, cáries e doenças nas gengivas, por problemas de higiene causados pelo desalinhamento dos dentes.