Se alguma vez você já se perguntou “ele não deveria já ter superado esta fase?”, observe o seu filho e compare as suas atitudes com os padrões de comportamento indicados aqui. Você saberá de fato se ele é imaturo para a sua idade.

As crianças compartilham padrões previsíveis em seu desenvolvimento, mas nem todos têm as mesmas necessidades, nem apresentam as mesmas dificuldades em sua educação. Embora existam valores médios, cada criança é uma pessoa única e o seu nível pode variar em distintos aspectos de seu desenvolvimento em relação a sua idade. No entanto, observando esses valores médios, é possível determinar se apresenta alguma maturidade.

Verifique se ele é imaturo:

Os principais marcos no desenvolvimento da criança são organizados de acordo com um calendário que pode aumentar ou diminuir, mas geralmente, o seu filho irá se comportar de acordo com as seguintes diretrizes.

Aos 6 anos:

Brinca com outras crianças, mais com dificuldade e fica com raiva com frequência. Não gosta de perder. O seu egocentrismo é amenizado, mas ainda está lá. Usa os brinquedos de maneira mais apropriada até o momento.

A irritação e a experimentação continuam sendo o seu principal modo de aprendizagem. Mantém o pensamento mágico.
Tem mudanças de humor. As birras continuam presentes, mais muito menos que nas fases anteriores.

Aos 8 anos:

É capas de concordar com as outras crianças para brincar e aceitar melhor a derrota. Ele gosta de brincar com seus amigos mais do que com os seus pais.

Interpreta as coisas de uma perspectiva mais realista, a crença em Papai Noel desaparece. Pode usar a lógica para resolver problemas concretos, mas tem dificuldade de abstração.

Administra melhor as suas emoções e é mais comedido em seus atos, tolera melhor a frustração. Reclama quando solicitado a fazer algo, mas faz se foi educado para colaborar em casa.

Aos 10 anos:

As brincadeiras, em grupo e sozinho, são mais organizadas. Tem interesses e hobbies concretos, esportes, coleções, ciência e se foca neles.

Analisa o mundo através da lógica e dos princípios que aprendeu. Ele se interessa por muitas coisas e a leitura passa a ser uma fonte importantíssima de aprendizado.

Ele gosta de participar da vida dos adultos embora tente se esquivar das tarefas domésticas. Muitas vezes é desleixado e desordenado. É mais seguro e mais responsável.

Como incentivar a maturidade:

Tornar os seus filhos pessoas maduras e independentes é uma tarefa dos pais. A sua forma de tratá-lo, tem muito haver com a sua maneira de ser. Muitas exigências ou poucas pode transformar a criança em uma pessoa insegura e dependente ou em uma pessoa egoísta que só pensa em seu próprio benefício.

Para alcançar uma maturidade de acordo com a sua idade:

Dê responsabilidades que ele possa assumir colocar a mesa, arrumar o seu quarto, cuidar do animal de estimação e exija o cumprimento.

Ele também precisa de liberdade. Ela precisa aumentar à medida que a maturidade dele aumenta passar um tempo com os amigos, ir para a cama mais tarde, acompanhada de responsabilidade. Reforce a sua autoestima, elogiando as suas conquista e principalmente o seu esforço. E o felicite por suas mostras espontâneas de maturidade e responsabilidade.