Perder peso e ganhar tônus muscular. O pilates, o ciclismo e a aeróbica, se você já passou a quarentena, é o momento de escolher um esporte que ajude você a perder peso e recuperar a forma física que tinha antes da gravidez. Nós escolhemos os melhores para o pós-parto. Já se passaram algumas semanas após o parto e você quer voltar a ser a mesma de antes. O exercício não só irá ajudar a perder o peso ganho com a gravidez, também vai permitir você recuperar a forma física e recobrar a firmeza de seus músculos.

Claro, você deve esperar acabar a quarentena para praticar esportes, mas não se esqueça de realizar os exercícios de Kegek e caminhar, ao menos, meia hora por dia. Você não ficará com preguiça de fazê-lo, porque aproveitará para passear com o bebê. Uma vez passado o período pós-parto, você já pode escolher um esporte entre todos aqueles que pode praticar em casa, bicicleta estática, ao ar livre, marcha, ou em um ginásio ou centro especializado em recuperação pós-parto.

Nós recomendamos estes:

Pilates. É um programa de exercícios ideal para a fase do pós-parto, porque é projetado para tonificar os músculos, melhorar a postura do corpo e evitar problemas nas costas. Graças a ele, você pode reforçar a musculatura que mais sofreu durante o parto, como a abdominal e pélvica.

Você deve praticar o pilates com professores especializados, que também vão ensinar a respirar de maneira controlada, a relaxar (fundamental para as estressadas novas mães) e a evitar as más posturas que fazemos com o corpo ao pegar o bebê nos braços e ao dar o peito. As aulas são ministradas individualmente ou em grupos reduzidos, de no máximo três pessoas, e com um instrutor especializado, geralmente dura cerca de 50 minutos e é aconselhável começar com um dia por semana e ir aumentando até chegar a três. No inicio, o trabalho se concentra na área do períneo e, gradualmente vão aumentando as partes do corpo onde são feitos os alongamentos e a intensidade dos mesmos.

Hidroginástica. Exercícios realizados na água, muito eficaz na melhora de alguns grupos musculares, como o períneo. Sendo um esporte com muitas variedades e que é praticado em todo centro esportivo, ginásios e piscinas, procure escolher uma classe específica para a recuperação pós-parto que são ministradas com a supervisão de profissionais especializados. Dentro da água, uma boa opção é a fisioterapia na água, que pode ser realizada em centros especializados. Estes exercícios trabalham a musculatura mais afetada na gravidez, a lombar e a peitoral, e no parto, a abdominal e perineal. Além disso, a água relaxa e dá uma incrível sensação de bem estar.

Ioga. É uma das disciplinas mais aconselháveis para fazer dela um hábito. Os seus benefícios são de nível físico e mental, a ioga melhora a postura corporal, ajuda a controlar a respiração, aumenta o grau de relaxamento e recupera o equilíbrio entre mente e corpo que podem ficar “tocados” após o parto, especialmente se foi cesárea. Além disso, se praticar com o seu bebê, a centros que oferecem este tipo de aula, você vai conseguir estabelecer uma forte conexão com ele, reforçar o apego a você e melhorar o bem estar de ambos.

Neste caso, as posturas são simples, os movimentos muito suaves e incluem massagens da mamãe a seu filho. Se fizer sozinha, a ioga é ideal para reduzir o estresse e liberar as tensões próprias de sua recém-entrada na maternidade. Esta prática exige a supervisão de um profissional qualificado, se ele for especializado em recuperação pós-parto melhor. Ele indicará quais as posturas, asanas, mais adequadas para você. Não tente fazê-las por sua conta porque você pode forçar os músculos abdominais e danificar as costas e o períneo.

É preciso ir devagar, começar pelos movimentos simples e ir aumentando os alongamento e o esforço. Por exemplo, no início, é aconselhável concentrar nas respirações, nas posturas mais relaxantes, em que você fica deitada ou sentada, e nos exercício do solo pélvico. Mas, ao mesmo tempo, se recomenda evitar as asanas mais fortes e os exercícios que necessite levantar as pernas do chão.