É possível que você já tenha ouvido falar que os partos induzidos são mais longos e dolorosos. Não tire conclusões antes do tempo e tome nota das fases de um parto deste tipo. As causas da indução do parto são variadas, mas quando o especialista aconselha está opção você passará por diferentes fases.

1. Amadurecimento cervical. Para realizar a indução, primeiro temos que alcançar o amadurecimento do colo do útero, ou seja, este deve estar centrado e dilatado uns dois ou três centímetros para conseguir isso, é administrada em você uma substância chamada prostaglandinas. A partir do início do tratamento até que o amadurecimento cervical esteja completo podem transcorrer 12 e 24 horas, aproximadamente.

2. Indução ao parto. Agora que o seu corpo já está em melhores condições para trazer o seu bebê ao mundo, os especialistas têm duas opções para dar início ao trabalho de parto:
A administração de oxitocina. Colocada através de um sistema de gotejamento e com monitoramento da frequência cardíaca fetal e das contrações uterinas.

A amniotomia. É a ruptura da bolsa de forma artificial e, junto com ela a oxitocina, consegue causar as contrações e fazer com que a dilatação progrida.

O parto será mais longo e doloroso?

Fazer a si mesma esta pergunta é inevitável. Provavelmente você já ouviu tantas versões de como é dar a luz com mães como nós. O certo é que o parto de cada mulher é diferente e o mesmo acontece com os induzidos. O certo é que eles parecem mais longos porque o processo de amadurecimento do colo se estenderá entre 12 e 24 horas. Por isso, parece que o parto demora muito, quando na realidade ele ainda não começou.

Além disso, durante o amadurecimento cervical é possível ocorrer contrações dolorosas, no entanto, até que as condições do colo não sejam favoráveis e tenha dilatado três centímetros, você receberá anestesia. Por isso, o período que transcorre até chegar a esses três centímetros é o que poderia ser mais desconfortável para você. Lembre-se que em um parto normal, sem indução, não vão te anestesiar até alcançar uma dilatação de cinco centímetros, as dores seriam muito semelhantes.

Por outro lado, a indução é geralmente associada com um risco maior de cesariana, embora isto não seja totalmente certo. A forma de finalizar o parto depende muito de seu ponto de partida e das condições de ingresso. Geralmente se o amadurecimento cervical não é produzido após 24 horas com prostaglandinas, é realizada uma cesariana.