As transformações hormonais e físicas que ocorrem durante a gravidez fazem que a sua pele fique mais sensível a algumas infecções, como as estrias ou as manchas. No verão, o raio de sol pode danificar ainda mais. Descubra como tomar o sol de uma maneira segura para você e para o seu bebê. As férias de verão parece ser quase sempre sinônimo de sol. Este ano você está grávida e se pergunta se pode tomar sol como em outras ocasiões. A resposta é sim, mas tomando mais precauções que nunca. Siga estes conselhos, que serão de grande ajuda.

  • Se você for à praia, aplique um creme de alta proteção solar, de uns 50, em todo o corpo, meia hora antes da exposição.
  • Não fique no sol em áreas com muita radiação refletida. Na praia, a areia reflete uns 60% de luz solar e a água uns 40%. Portanto, permaneça sempre a sombra e use um chapéu.
  • Use filtro físico para evitar o sol, como roupa fina e leve, de algodão ou linho.
  • A princípio, não tem problema você tomar sol na barriga, aplique sempre creme de proteção solar.
  • Cuidado com as queimaduras. São perigosas em qualquer momento da vida, mas ainda mais durante a gestação, por isso o seu objetivo prioritário deve ser evita-las. Quando a pele fica vermelha ou queimada, o feto pode sofrer de forma direta. Sabe-se que a luz ultravioleta A, que é a radiação que pigmenta, diminui muito as defesas da pele, fazendo desaparecer as células que nos protegem de agressões externas e infecções.
  • Se você tem manchas no rosto e na área do decote, o que se conhece como cloasma, deverá evitar o sol, pois pode agravar e inclusive surgir em mulheres que nunca tiveram.