Aqui estão os truques que você procurava para aliviar os pequenos desconfortos típicos da gravidez.

Primeiro Trimestre:

Eu tenho náuseas. As náuseas são produzidas geralmente nas primeiras horas da manhã, embora em algumas ocasiões se prolonguem durante quase todo o dia. A causa não é conhecida, embora sejam apontados fatores que favoreçam o aumento dos níveis do hormônio gonadotropina coriônica (HCG) e da progesterona, e também a fatores psicológicos, como o temor de se tornar mãe e a rejeição ao bebê que vai chegar.

As náuseas são acompanhadas às vezes de uma incômoda sensação de excesso de saliva na boca. Para prevenir, é aconselhável comer algo antes de se levantar da cama, e o melhor são os alimentos sólidos e ricos em carboidratos, como os cereais, biscoitos ou pão. Nosso conselho: Escute o que “o seu corpo pede”, a maioria das mulheres grávidas que sofrem náuseas preferem no café da manhã alimentos salgados, pois geralmente são melhores tolerados que os doces.

Se você sofre também no restante do dia, procure comer menos e com maior frequência, evite as frituras e cozinhe sempre com pouca gordura.

Mais controle: As náuseas nem sempre são fisiológicas ou “normais”. Se forem importantes consulte com o ginecologista, que irá avaliar se são devidas a uma hiperêmese gravídica (vômito excessivo). Este raro quadro é caracterizado por vômitos tão intensos e frequentes que podem chegar a causar desidratação, perda importante de peso, transtornos metabólicos e alterações nutricionais. Requer hospitalização e tratamento para detê-lo. Tem um bom prognóstico e raramente causam complicações para a mãe e para o feto.

Nariz entupido. Novamente os hormônios da gravidez fazem com que a mucosa do nariz fique mais sensível, inflamada e macia. A sensação de entupimento rara vez desaparece e é muito desconfortável.

Experimente:

  • Hidroterapia. A água, em todas as suas formas, é a ajuda mais valiosa. Recorra ao soro fisiológico ou aos sprays nasais salinos, hidrata a mucosa e descongestiona o nariz.
  • Consulte com o ginecologista a possibilidade de utilizar nebulizadores nasais, mas não recorra a eles por conta própria, pois alguns contêm substancias vasoconstritoras que poderiam danificar a mucosa, mais sensível agora.

Outra vez o banheiro. As funções dos rins funcionam a pleno rendimento para eliminar um maior volume de líquidos, e o útero, que cresce perto da bexiga, a pressione e a obriga a urinar com maior frequência. As suas visitas ao banheiro vão se espaçar por volta do quarto mês, quando o bebê subir a cavidade abdominal, mas voltará a serem tão ou mais frequentes nas últimas semanas, quando a cabeça do bebê, a ponto de nascer descansa sobre a área.

Mais controle: O ginecologista pedirá uma análise da urina em cada revisão para verificar que não existe infecção urinária, um transtorno relativamente frequente nestes meses que, se não for tratada a tempo, pode transformar uma gravidez normal em outra de “risco”. Embora você esteja sendo bem assistida, não é nada de mais que comente com o seu médico qualquer desconforto, como dor ou ardor ao urinar.

Que cansaço!O cansaço e os sono são frequentes e normais no primeiro trimestre da gravidez, o metabolismo é mais lento, você vai estar ciente de que o seu organismo se ocupa de cuidar do futuro bebê, levando para ele a energia necessária para o seu desenvolvimento. Deixe-se levar e não lute contra o sono. Essas horas de descanso são uma reparação psicológica necessária para ser mãe, antes que o filho que espera ocupe um espaço em sua casa e seu corpo deve tê-lo em seu coração e seus pensamentos.